O que é IGP-M e como esse índice influencia a economia?

Quando se busca avaliar a economia do país é muito importante avaliar como estão os indicadores de inflação. Até porque ela não afeta somente o seu poder de compra no cotidiano, mas também a rentabilidade de seus investimentos e até mesmo pode evidenciar transformações macroeconômicas que estão acontecendo.

Você sabia que existem outros índices além do IPCA para medir a inflação no país? Uma das principais formas de avaliar a economia do país pode ser através do IGP-M. 

Vamos esclarecer tudo sobre o que é o IGP-M para você:

  • O que é IGP-M?
  • Como é calculado?
  • Como o IGP-M influencia a nossa economia?

O que é IGP-M?

O IGP-M, Índice Geral de Preços do Mercado é um indicador de monitoramento da inflação e é produzido pelo Instituto Brasileiro de Economia da FGV - Fundação Getúlio Vargas, uma empresa de ensino e pesquisa privada.

O IGP foi criado em 1940, sendo assim é anterior ao IPCA que é o índice oficial do governo, o objetivo do IGP é ser uma medida abrangente do movimento dos preços.

Para ser considerado abrangente o IGP engloba várias etapas do processo produtivo em seu cálculo - isso não acontece no IPCA. Sua construção dessa forma é importante pois serve não somente como mensurador de inflação mas também da economia do país com um todo.

Como o IGP-M é calculado?

O IGP-M  é calculado a partir da média aritmética ponderada de 3 índices: 

  • Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA),
  • Índice de Preços ao Consumidor (IPC),
  • Índice Nacional de Custo da Construção (INCC).

Cada um desses índices possui um peso no cálculo que é atribuído através de parcelas da despesa interna bruta, de forma que os pesos se encontram a seguir:

  • 60% para o IPA
  • 30% para o IPC
  • 10% para o INCC

Como o IGP-M influencia a nossa economia?

O IGP é um indicador muito importante pois permite mensurar a inflação dos preços de uma forma mais aberta e ainda ser utilizado como um indicador mensal da atividade econômica, o que o define como um indicador de macroeconomia. 

Através do comportamento do IGP-M é possível avaliar o impacto de um Cisne Negro, por exemplo.

Além de ser utilizado como indicador para análises, o IGP é muito importante por ser empregado como indexador de contratos, ou seja, os contratos sofrem aumentos baseados no valor do IGP.

Isso impacta diretamente sua vida, pois esses contratos são de escolas e faculdades, imóveis, tarifas, seguros e até planos de saúde.

Investimentos

Conhecer a importância do IGP-M e sua influência na economia já é importante para uma avaliação macro de investimentos. Isso se torna ainda mais significativo quando o índice é indexador de uma aplicação.

Alguns investimentos possuem rendimentos que seguem a variação do IGP-M, isso é importante pois garantem de certa forma o retorno mínimo baseado no garantimento do poder de compra.

Ainda, alguns ativos considerados híbridos possuem os rendimentos ligados ao IGP-M mais uma taxa fixa, esses produtos de renda fixa podem ser interessantes para perfis de investidores conservadores.

Com esse conhecimento de macroeconomia em mãos você já pode ficar de olho no IGP-M e buscar um investimento que garanta seu poder de compra.

Compare produtos de renda fixa e muito mais no nosso buscador que é gratuito e imparcial!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo