keyboard_arrow_left
Conhece alguém que investe ou quer investir nesta Criptomoeda? Compartilhe!
Preço
R$ 27,53
Valor atual de uma unidade da criptomoeda.
Valor de mercado
R$ 12,51 bilhões
Indica o valor total de mercado, baseado na quantidade da criptomoeda em circulação.
Volume
R$ 874,6 milhões
Indica o quanto a criptomoeda foi negociada nas últimas 24h.
Histórico de preço

Corretoras

A mesma criptomoeda pode ser adquirida em diversas corretoras.
Escolha a sua empresa preferida e lembre-se de que abrir conta é totalmente gratuito.

O que é Uniswap (UNI)?

A Uniswap faz parte do ecossistema DeFi (finanças descentralizadas) da tecnologia blockchain. Ela funciona na plataforma Ethereum, e permite que os usuários realizem trocas e transações de criptoativos sem a necessidade de uma exchange tradicional.

O protocolo Uniswap foi criado em 2018 por Hayden Adams, jovem engenheiro que teve rápida passagem pela Siemens. Já o token da plataforma – o UNI – foi distribuído via “airdrop” (distribuição gratuita) em setembro de 2020.

O que é e como funciona uma DEX?

Para entender como funciona a Uniswap, é preciso antes saber o que é uma DEX (decentralized exchange, ou exchange descentralizada).

Na hora de negociar criptoativos, naturalmente vem em mente as exchanges tradicionais (como Binance ou Mercado Bitcoin, por exemplo). Por meio de suas plataformas, as exchanges tradicionais conectam usuários que desejam comprar e vender criptomoedas.

No entanto, há outras formas de se fazer isso, e uma delas é por meio das DEX. Diferentemente das exchanges tradicionais, as DEX permitem que sejam trocados tokens sem intermediários no mundo inteiro. Tudo isso por meio de algoritmos e protocolos na internet.

A partir de 2018, ocorreu um expressivo crescimento das DEX no mercado de criptoativos. Desde então, o aumento de transações nesses canais tem melhorado a liquidez dos seus tokens, inclusive fazendo muitas DEX competirem com exchanges tradicionais atualmente. Isso se explica pelo fato de a maioria dessas plataformas oferecerem possibilidades de melhorias, seja em relação à performance ou à experiência dos usuários.

Porém, a utilização das DEX ainda possui algumas limitações. Uma delas (talvez a mais importante) é o fato de você não conseguir trocar reais diretamente por criptoativos. Para operar nas exchanges descentralizadas, é necessário primeiro trocar reais por alguma outra criptomoeda descentralizada em uma exchange tradicional. Depois de fazer isso, basta enviar as criptomoedas para a DEX para, daí sim, começar a negociar por meio de sua plataforma.

É dessa forma que funciona a Uniswap. Atualmente, ela é uma das maiores DEX, com valor de mercado de US$ 10,9 bilhões e volume médio de negociações diárias de US$ 457 milhões (posição em 31 de julho de 2021).

Funcionamento da Uniswap

Como vimos, a Uniswap foi construída na plataforma Ethereum. Seu formato também é conhecido como protocolo de liquidez automatizado. Qualquer usuário pode enviar as suas criptomoedas aos pools de liquidez, que são reservas especiais. Como recompensa à liquidez que fornecem a esses pools, esses usuários recebem taxas da plataforma.

Na Uniswap, não existe um livro de ordens, ou seja, uma lista de compra e venda de ativos organizada por preços. Isso porque o seu protocolo é descentralizado, logo não há um processo de listagem.

Em vez de utilizar a forma tradicional das trocas digitais, que possuem livro de ordem, a Uniswap funciona sob contratos inteligentes, que mantêm reservas de liquidez (liquidity pools) para que os usuários possam efetuar as negociações.

Qualquer um que deseje utilizar o protocolo Uniswap pode fazer um depósito em uma pool. Por sua vez, os usuários pagam uma taxa a essa pool, e o valor é distribuído aos provedores de liquidez conforme as respectivas participações nesse sistema.

Para fornecer liquidez a esse sistema, os usuários bloqueiam os seus tokens, que podem ser ETH ou ECR-20, por exemplo. Esse processo é semelhante a um depósito bancário. Embora não seja obrigatório, normalmente os pools são formados por stablecoins, como USDC, USDT ou DAI.

Vantagens da Uniswap

Pelo fato de não ser centralizada, a Uniswap não visa lucrar com taxas de transação, como acontece com as exchanges tradicionais. Em vez disso, quem fornece liquidez para o sistema recebe 0,3% das taxas, como forma de incentivar os depósitos realizados. Trata-se de uma estratégia de renda passiva, conhecida também como liquidity mining. Inclusive, existem aplicativos que fazem aplicações automáticas em pools de liquidez, procurando investir nos pools de maior rendimento, tudo isso em tempo real.

Outra vantagem que a Uniswap oferece é uma espécie de empréstimo de tokens, também conhecida como yield farming. Nessa transação, o ativo original fica bloqueado, e o que foi adquirido no empréstimo é negociado com o objetivo de comprar mais unidades do ativo original, mediante o pagamento de uma taxa ao credor. Trata-se de uma estratégia de alavancagem, da mesma forma que ocorre em algumas operações do mercado de capitais.

A possibilidade de realizar trocas de qualquer lugar do mundo é outra vantagem da Uniswap. Para isso, os usuários somente precisam se conectar a uma carteira de sua escolha e, então, podem começar a negociar. Não é preciso nenhuma informação pessoal para isso, mas é possível rastrear as transações caso a conexão seja feita a carteiras que possuam os dados do usuário gravados.

Desvantagens da Uniswap

Por outro lado, uma das principais desvantagens da Uniswap é a maior complexidade que uma DEX oferece em relação às exchanges tradicionais. As DEX são um passo à frente no universo cripto, por isso é importante estudar os seus protocolos para entender como cada uma delas funciona.

Além disso, pelo fato de as exchanges descentralizadas serem muito recentes, existem muitas lacunas no que diz respeito à segurança desses sistemas. Dessa forma, há um risco ainda não conhecido sobre a possibilidade do algoritmo ser hackeado e as carteiras dos usuários serem invadidas.

Por isso, é muito importante analisar todos os aspectos de segurança do código aberto da plataforma da DEX antes de começar a operar com uma delas. No caso da Uniswap, os protocolos são, periodicamente, submetidos a avaliações de segurança, e os resultados desses testes são disponibilizados ao público.

Por fim, vale lembrar sobre os riscos de digitar a senha em qualquer app e de deixar os criptoativos em carteiras conectadas à internet. Dependendo do volume dos investimentos, o ideal é ter uma cold wallet para armazená-los.

O que é uma criptomoeda?

Uma criptomoeda é um ativo digital descentralizado, ou seja, que não depende de bancos para que suas transações sejam confirmadas. Dessa forma, elas permitem que qualquer usuário envie e receba pagamentos a qualquer tempo e em qualquer lugar.

Como o próprio nome indica, esses ativos são produzidos e comercializados utilizando criptografia, o que garante o anonimato dos usuários e a segurança das transações.

As criptomoedas são criadas com base na tecnologia blockchain, na qual as transações são realizadas em blocos. Esse sistema é complexo e sofisticado, e consiste, basicamente, em blocos que permitem o envio e o registro de transações realizadas pela internet.

Tudo o que é feito via blockchain pode ser verificado posteriormente, daí a analogia que se faz desses registros a uma espécie de “livro-caixa”. Mas ao contrário dos bancos de dados tradicionais, os registros do blockchain não ficam em um único local. Justamente por causa da característica descentralizada das criptomoedas, a tecnologia blockchain distribui esses registros na rede mundial de computadores.

Outro aspecto que confere segurança a essas transações é o fato de os registros do blockchain não poderem ser modificados. Isso significa que, uma vez inseridos na rede, nem mesmo as partes envolvidas na transação conseguem alterá-los.

Como investir em criptomoedas?

É possível investir em criptomoedas negociando direto com outros investidores (negociação peer to peer). No entanto, esse tipo de transação não dá nenhuma segurança aos envolvidos, pois além de não ser possível identificar a origem dos recursos, não dá para ter certeza de que a negociação se concretizará, ainda mais quando o depósito precisa ser feito de forma antecipada.

Por isso, para investir em criptomoedas, o ideal é abrir conta em uma exchange. As exchanges são corretoras especializadas em criptoativos, que funcionam como uma plataforma digital de intermediação na compra e venda de criptomoedas e tokens. A exemplo das corretoras tradicionais, as exchanges oferecem aos usuários a estrutura ideal para que essas transações possam ser feitas de forma mais fácil e segura.

As exchanges trabalham de diferentes formas, logo nem todas oferecem os mesmos serviços. Nesse sentido, a sua atuação pode abranger a venda direta, o trade, o armazenamento ou os empréstimos em criptomoedas, por exemplo. Por isso, dependendo dos objetivos do investidor, uma ou outra exchange pode ser a mais adequada para operar.

Quanto custa investir?

O valor do investimento em criptomoeda não dependerá do preço da moeda em si, mas da fração que a exchange comercializar.

Por exemplo, na data de hoje (julho de 2021), um bitcoin vale, aproximadamente, R$ 180 mil. No entanto, para investir nessa criptomoeda, não é preciso adquirir uma unidade inteira. O valor mínimo de transações é determinado pela própria exchange que realizará a transação, e isso vale não só para o bitcoin, mas também para qualquer outro criptoativo.

Qual a tributação desse investimento?

As regras tributárias sobre criptoativos ainda são muito recentes no Brasil. Somente em 2021 é que foram criados códigos específicos para declarar criptomoedas e tokens no Imposto de Renda.

Se o investidor possui mais de R$ 5 mil em criptoativos, precisa informar isso na ficha de “Bens e Direitos” do IR. Além disso, se foram realizadas movimentações superiores a R$ 35 mil por mês, eventuais lucros dessas transações estão sujeitos ao imposto sobre ganho de capital, que deve ser pago no mês seguinte ao da venda. A alíquota é de 15% para ganho mensal de até R$ 5 milhões, e aumenta gradativamente conforme o lucro, até o limite de 22,5%.

Como o Yubb ganha dinheiro?

O Yubb é totalmente gratuito e independente: não cobramos nada para buscar milhares de opções para você aplicar melhor seu dinheiro e não somos vinculados a nenhuma empresa de investimento.

Mas precisamos ganhar dinheiro de alguma forma, certo? A única forma que ganhamos dinheiro atualmente é se você clicar em algum dos botões vermelhos "Investir agora meus..." desta página. Assim, a empresa de investimento irá nos remunerar pelo nosso trabalho.

Não se preocupe: para você, não vai mudar absolutamente nada! Todas as características dos investimentos que você vê aqui no Yubb são exatamente as mesmas que você encontraria diretamente na empresa, incluindo a taxa de rentabilidade. Não somos como sites de passagens aéreas que ganham alguma comissão escondida.

Na hora de investir, clique no botão "Investir agora meus...", diga para outras pessoas também clicarem e apoie o nosso trabalho gratuito para ajudarmos cada vez mais pessoas!

Dados providos pela CoinGecko API